10) Vazio

Por vezes, há opiniões ou contra-opiniões que fazem-nos pensar: Se estiver mesmo feliz é normal sentir um vazio? Tenho que dizer que um termo não tem muito a ver com o outro, quando não falamos de bem-estar. Bem-estar, este que devia-se alargar e meter este ingrediente nos nossos dias, mesmo quando estamos desiludidos com tudo. No entanto, nem tudo é perfeito, nem tudo é um inteiro pesadelo num dia, e no outro ponha-se de lado. Temos de pensar que há sempre pessoas a querer-nos conhecer, mesmo quando outras nos ignora, fazendo de nós, parvas! O tempo passa e não pára, e nós não podemos investir em nada que nos faça feliz num momento, e no outro nos desampare, e como prova disso temos a reacção do “outro”, a maneira que ele nos mostra que muito nos quer. Será possível alguém diz que nos adora e é capaz de mentir… Ser o nosso pior inimigo? Há que pensar, mais uma vez, no nosso bem-estar, como reagem através dos argumentos, serem sempre os mesmos (desculpas), na ignorância, na constante repetição que tudo vai mudar, enquanto nada mudou, tudo se mantém. Vemos o quanto essa pessoa nos faz depois de um dia nos fartarmos, depois de muito tempo, caso tenha havido alguma química entre essas pessoas, sim, porque enquanto dura, a visão falta-nos, estamos completamente cegos, e acreditamos na mudança. Quando fala-se desta mudança, esta não tem datas a não ser a de hoje, e amanhã sendo tarde demais. Pior mesmo é quando nós sabemos na mente, e o coração não quer aceitar a verdade.
Toda a gente, por muito que tenha um passado horrível temos de dar uma oportunidade, mas ao mesmo tempo, não podemos aceitar algo onde não estejamos preparados para uma resposta, quer afirmativa mas também quer negativa, pois nem tudo corre como nós queríamos, por vezes.
Por último, já que salientei o conceito de opinião, aqui deixo a minha quanto ao vazio: pode ser bom quando o sentimos, pois nessa altura tentamos desistir e vemos o quanto a outra pessoa gosta de nós, o quanto nos quer… mas por outro lado, o tempo vai passando, e sempre cura tudo mas o coração fica tatuado com mágoas, más recordações devido à insistência do que não existe nem nunca ocorreu o que prevíamos, sonhávamos.
05 de Março de 2011

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Hoje meu, amanhã teu!

Crónica: Pede-me o Que Quiseres Agora e Sempre de Megan Maxwell | 2 Volume da Saga

Crónica: Pede-me o Que Quiseres ou Deixa-me de Megan Maxwell | 3 Volume da Saga