12) Construção Única

Quando mais pensei que não tinha apenas uma irmã de sangue mas uma grande amiga, fazendo de tudo para o bem-estar dela, nasce um enorme nó na garganta e cada vez a desilusão, a dor aumenta, cada minuto que corre.
Nunca passou-me pela cabeça, muito menos no coração uma mágoa destas.
Tentei de tudo para pôr-lhe um sorriso nos lábios, dar-lhe a minha palavra e o ombro de conforto sempre pronta para a ouvir e estar-lhe presente, levantar-lhe quando ela cai em tentação e quando chega os dias maus este não acontece, em vez deste, ocorre uma facada com muita dor devido a estes laços já estavam fortes. Dei de tudo para que esta relação fosse a mais colorida de todas do mundo, a mais duradoura. Nunca pensei que algo nos destruísse, que esta ligação fosse tão fraca como pintas. Pensei em ter mais valor, e não merecer uma coisa destas. Só não quero que não te esqueças dos nossos momentos já que a minha pessoa um dia serei esquecida. E um dia posso querer continuar esta amizade tão especial, mas uma coisa garanto-te: nada será igual, à pessoa que fui, não serei mais. Não quero magoar-me mais, quero que as lutas todas sejam conquistadas e um dia algo nos prenda, que queiras ou não, seremos juntas através do nosso ADN eternamente, algo que ninguém nos tirará.
29 de Março de 2011

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Hoje meu, amanhã teu!

Crónica: Pede-me o Que Quiseres Agora e Sempre de Megan Maxwell | 2 Volume da Saga

Crónica: Pede-me o Que Quiseres ou Deixa-me de Megan Maxwell | 3 Volume da Saga