14) Compreensão

Muitas das nossas decisões, opiniões passam por compreender alguém, ou seja nem sempre estamos dispostos e somos reencaminhadas à compreensão, nem sempre somos compreendidos, interpretados da melhor maneira, da forma que queríamos ou estávamos à espera.
Muitas das respostas dadas por nós próprios passa por cansaço, ansiedade, nervosismo, stress, … E quase sempre dadas de forma imediata e nem paramos para pensar em devidas consequências, no amanhã…
Muitas também ocorre quando somos pressionados por algo e que o termo pressionar significa variados conceitos e raramente algum ponto é positivo. Fazemos algo diferente e várias coisas que no fundo não queremos, passando pelo outro, o respeito pelo próximo. E que tudo o que se fosse ocorra apenas uma e uma só frase, palavra, expressão. Vendo algo diferente, de um ponto de vista diferente… Alguém de quem gostamos muito faz-nos uma proposta sendo ela completamente estúpida e temos que aceitar só porque o gostar é tudo? Não! Temos que reflectir sobre tudo, nos longos caminhos a percorrer, nos benefícios, nas consequências e sobretudo se passa em sermos felizes ou se vamos ficar mais felizes por acrescentarmos algo diferente ao nosso dia-a-dia, à nossa rotina, algo que não seja muito… Livre! Há que gostar muito, passando mesmo em compreender e ser compreendido, respeitar e ser respeitado, … O Amor é algo sem definição mas com limites, e ser vivido da melhor maneira, tudo passando por algo mal resolvido, a falta de uma vírgula à história, algo que seja mais colorido, deixe mais cor dos nossos dias, algo que faça-nos sempre lutar e que valha-nos a pena.
Hoje em dia, temos que ter consciência que o tempo corre depressa, mas também há que ter calma e que devagar chega-se ao longe e que tudo tem o seu tempo e que existe muitos objectivos sem nunca ter um único, ter vários sonhos, opções para ser resolvido e que nada dependa de um e um só passo numa vida. Por isso, se a tua felicidade depende desse teu único objectivo, hoje não quero, não estou minimamente preparada para tal coisa, por isso dou-te duas opções, sim já para tu tudo dependa de algo único, de um só objectivo digo-te: Primeiro, dás tempo ao tempo e esperas por um dia aconteça, quando menos esperares acontecerá, sem planos, nem pressões… Veremos isso. Segunda opção, se não queres esperar desiste de lutar para que este dia chegue… mais rápido que nunca chegará sem que te percebas, calma, relaxa comigo e ao meu lado.
Peço-te que tudo passemos da melhor forma, o que achares melhor para nós, em nome do nosso amor, obrigada.
17de Maio de 2011

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Hoje meu, amanhã teu!

Crónica: Pede-me o Que Quiseres Agora e Sempre de Megan Maxwell | 2 Volume da Saga

Crónica: Pede-me o Que Quiseres ou Deixa-me de Megan Maxwell | 3 Volume da Saga