Crónica : Esta Noite, Fala-me de Amor de Elin Hilderbrand

Olá a todos! 

Como habitual, gosto de comunicar-vos a minha sincera opinião acerca dos livros, romances, documentários que vou vendo ao longos dos meus dias. Como todos (alguns) sabem, a minha "grande figura literária" é o Nicholas Sparks. Por alguns dias, "namorei" este livro de Elin Hilderbrand, pelo simples facto de na publicidade conter o nome de Nicholas, de algo do género: "Quem apaixona-se pelos livros de Nicholas Sparks certamente gostará deste...!" A curiosidade falou mais alto e, adquiri o romance. Para ser muito franca, não conhecia a escritora deste. Elin Hilderbrand uma escritora que já conta com alguns grandes romances (Segundo pesquisei hehehe). 



Quanto ao livro
Ficha Técnica
Título: Esta noite, Fala-me de amor (Em português)
Título original: The Matchmaker
Escritora: Elin Hilderbrand
Editora: Asa
Género: Romance
1ª Edição: maio de 2015
Nº páginas: 358

Sinopse
" A adorável Dabney Kimball Beech é uma lenda viva na ilha de Nantucket. Dabney estudou em Harvard e é uma profissional de sucesso. Mas o seu grande talento é outro: graças a um dom que muitos consideram místico, ela é a casamenteira perfeita. Quando duas pessoas são compatíveis, Dabney vê-as sob uma aura cor de rosa; quando não são, o tom que as envolve é um desolador esverdeado. Ela já juntou mais de quarenta casais. Apenas uma pessoa parece teimosamente imune à sua seta de Cupido: Ela própria. 
Por mau carma ou piada cósmica. Dabney perdeu o seu grande amor: Clen Hughes, o belíssimo homem de olhos verdes que lhe partiu o coração e que agora, tantos anos depois, está de volta à ilha. A notícia deixa-a inquieta. A mera perspectiva de um reencontro é suficiente para lhe tirar o sono... e com razão. Clen vem virar o seu pequeno mundo do avesso, algo que é simultaneamente maravilhoso e terrível. 
Os deliciosos dias e noites que passam juntos não deixam antever a tempestade que se aproxima. No fim, Dabney terá de fazer novamente uso do seu dom... numa corrida contra o tempo. "



Análise das Personagens & Contexto da Narração
A grande personagem principal deste romance, foi sem sombra de dúvidas a Dabney Kimball Beech, onde toda a história "entrelaçou-se" em torno da mesma. Ainda mesmo assim, a protogonista foi muito bem "desenhada", e não faltou qualquer detalhe, sobre o seu Ser e a grande Mulher que foi ao longo de toda a narração. Casamenteira e Diretora geral da Câmara de Comércio da sua ilha, revelou-se uma pessoa muito querida e um motivo de orgulho.
Clendenin Hughes foi o seu primeiro e grande amor de toda a sua existência, até que um certo dia, o destino tratou-se de alterar os seus planos. Apesar de todo o tempo fora de Nantucket, por motivos e sonhos profissionais, tudo deve-se ao perdão e a uma segunda oportunidade.
Agnes, fruto dessa grande paixão na adolescência, tem um "grande pai", um grande Homem: John Boxmiller Beech (Box), economista e professor, apesar das suas grandes ausências, nunca conseguiu com que Dabney preenchesse o vazio que Clen, um dia teria deixado.

Em relação a este romance ter sido comparado com um livro do Nick, ficou, na minha opinião, um pouco aquém. Pois, os pormenores estavam lá, o tão "marcante" e emocionante final do mesmo passa também por vezes, pela morte de uma das personagens principais. Fiquei, pessoalmente, com vontade de conhecer Nantucket, principalmente na época do fim-de-semana da Festa dos Narcisos. 

Recomendo a leitura deste romance, a todos os leitores que gostem de emocionar-se com o mundo rosa, tal como eu. Leio, pelo simples facto de, a vida real nunca poder-se comparar ao mundo fictício, e assim... Vivemos por um breve tempo, momentos de grande tornura e emoção.  

"Ela tinha um dom para o amor, da mesma forma que algumas pessoas têm olho para a cor". 

Espero que tenham gostado.









Comentários

Mensagens populares deste blogue

Hoje meu, amanhã teu!

Crónica: Pede-me o Que Quiseres Agora e Sempre de Megan Maxwell | 2 Volume da Saga

Crónica: Pede-me o Que Quiseres ou Deixa-me de Megan Maxwell | 3 Volume da Saga